Diga adeus aos pêlos de gato em casa


Para limpar os pêlos dos gatos e outros animais, dos tecidos de sua casa existe uma solução muito eficaz e felizmente muito barata e acessível a todos, não é escova, nem rolo adesivo mas sim luvas de borracha.

Quando o gato é o tema da conversa



Quando o gato é o tema da conversa, sempre aparecem pessoas que têm uma falsa idéia do gato. Algumas crenças sobre o gato se espalharam de uma tal forma que muitos ainda hoje acreditam que o gato é falso, traiçoeiro e que não se apega ao dono.
Outros confundem o ronronar com asma, e ( pasmem ! ) há quem acredite que o gato pode roubar a alma de uma criança ou matá-la asfixiada se pular sobre ela. Há ainda quem pense que o gato é um animal potencialmente destruidor. Na verdade, como os amantes de gatos bem sabem, o gato é um animal dócil, meigo, afetuoso e capaz de amar seu dono com a mesma intensidade de um cão.

Apaixonado Pelo Dono
O gato é um animal independente, que tem vontade própria. Mas nem por isso deixa de demonstrar profundo amor pelo dono. Os gatos podem ser excelentes companheiros, com a vantagem adicional de não precisarem da sua atenção integral. O gato se contenta em ficar ao seu lado, mesmo enquanto você está ocupado com outras coisas. O gato adora carinho e alguns gatos são capazes de tudo para ficar ao colo ! Além disso, ter gatos faz bem para a saúde ! Estudos recentes comprovam que pessoas que têm gatos sofrem menos ataques cardíacos.

Um Ser Independente
É preciso entender que cães e gatos não são iguais. Enquanto que os cães se sentem felizes servindo, os gatos se sentem felizes quando estão à vontade para fazer o que querem. A afeição e a confiança de um gato precisam ser conquistadas, mas quando o são, ele se torna um amigo para toda a vida. Experimente conversar com ele. Você vai ver como ele parece mesmo capaz de entender. E não tenha medo de parecer maluco. Pelo menos 95% dos donos de gatos confessam que conversam com eles. Este percentual é mais elevado que o dos donos de cães. Mas não grite ! Os gatos sabem quando você está a gritar com eles. No entanto, eles podem muito bem não se incomodar muito com isso.

Uma Fera de Pele Macia
O gato, como bom predador, gosta de exercitar seus instintos de caçador com frequência. Vem daí o hábito de afiar as garras. É aconselhável que você tenha em casa um arranhador para gatos. Se for um arranhador impregnado de catnip, a erva-dos-gatos, ainda melhor. Se mesmo assim o gato insistir em arranhar seus móveis, experimente passar óleo de citronela. Os gatos têm aversão aos cheiros cítricos. A mesma dica vale para a árvore de Natal.

A Linguagem do Miado
O miado é mais uma das maneiras do gato se comunicar. Existem 11 sons emitidos pelos gatos, mas a combinação destes sons pode ser infinita. Alguns gatos raramente miam. Outros, como os siameses, têm fama de serem animais muito eloquentes. Os variados miados do gato são utilizados nas diferentes situações de formas bem distintas. Portanto, com o tempo e a convivência, chega-se a um ponto em que o dono é capaz de entender perfeitamente o que o animal está querendo, apenas pelas diferenças mais sutis.


Asseado e Inodoro 
Os gatos passam mais de 30% de seu tempo a cuidar da sua beleza. Adoram estar limpos e com o pelo bem arranjado. Lambem-se de forma contínua durante todo o dia.  Além dos cuidados com o corpo, os gatos também são meticulosos com sua caixinha de areia, e tapam sempre tudo. São tão preocupados com a higiene que são capazes de não usá-la se estiver suja. Além disso, o gato tem muito pouco ou nenhum cheiro, diferente dos cães.

Um Ser Ronronante
Algumas pessoas pensam que os gatos têm asma, por causa do som muito característico que emitem. Na verdade, o ronronar é uma forma do gato demonstrar que está feliz e satisfeito. E esse som fantástico é reservado somente aos seres humanos. Um gato nunca ronrona para outro gato. É sabido também que os gatos ronronam quando estão muito doentes ou sentindo muita dor. Nesses casos, o ronronar provavelmente é apenas uma forma de despertar a atenção e pedir ajuda.

Um Adorável Brincalhão
Os gatos adoram brincar ! Mas escolha com cuidado seus brinquedos. Eles devem ser macios para não machucar dentes e garras, e grandes o suficiente para não serem engolidos pelo gato. Qualquer objeto amarrado em uma cordinha pode se tornar um grande atrativo. Mas cuidado ! Não deixe a corda solta, pois o gato pode se enroscar nela ou até engoli-la. Uma pena também pode ser um bom brinquedo. Pode fazer cócegas no gato, ou amarrar a pena a uma cordinha para ele a apanhar. Uma lanterna é excelente para brincar com o seu gato. Vire-a para todos os lados num quarto escuro, e veja o seu felino a perseguir a luz !
Os Gatos também adoram bolinhas e brinquedos recheados com catnip. Mas normalmente estes brinquedos não duram muito. Um tubo de papel higiénico vazio oferecerá horas de brincadeiras ao gato, assim como caixas de papelão se tornarão um excelente lugar para ele se esconder.
Os Gatos adoram esconder-se, por isso, se o seu parecer perdido, não se esqueça de verificar primeiro atrás de todas as portas, debaixo dos móveis e dentro de armários e gavetas. Conheço até gatos que ficaram presos dentro do frigorífico.

Sociável, Mas Não Social
Há quem duvide que o gato é um ser territorial, tendo em vista o fato de que eles muitas vezes podem ser vistos em grupo. Mas, apesar de poder conviver em harmonia e até gostar de viver com outros animais, o gato é essencialmente um ser independente. Sociável, mas sem ser social. O gato não forma grupos como os cães. O gato marca seu território em nossas casa como o faria em liberdade. É por isso que ele afia as unhas nos móveis e às vezes ( principalmente os machos ) marca seu território com urina.

Lógica dos Gatos #2

Todos os donos da gatos sabem que é mesmo assim, os gatos preferem sempre explorar a caixa que trazia um magnifico presente que compramos especialmente para eles.



   
  

 
 




   Fonte: Bored Panda





Sabe o que significa o piscar de olhos do gato?


A forma como o gato olha para si pode ajuda-lo a entender os sentimentos dele por si.
Se ele evitar olhar para si é porque não tem confiança consigo.
Mas cuidado ao encarar os seu gato, ele pode interpretar como uma posição de agressividade que o deixará muito desconfortável. Se as pupilas dele estiverem dilatadas,ele ou está muito brincalhão e animado ou com medo e agressivo. Use outros sinais para determinar qual é o certo.
Um gato que olha para os seus olhos piscando, indica que confia em você e se sente confortável na sua companhia.

+

O gato alérgico


Os gatos podem sofrer de vários tipos de alergias. Um gato alérgico, geralmente possui mais de uma alergia. As alergias dos gatos possuem causas semelhantes as das alergias humanas.

Alergia respiratória
É causada por partículas em suspensão, como pólen, que irrita as vias aéreas e os pulmões. Também pode ter como causa: fumo, fumo de cigarro, purificadores de ambiente em aerossol, perfumes.
Pode causar descamação, pústulas, ou áreas ulceradas na pele, associadas aos sintomas asmáticos. O teste para alergia respiratória é feito com Teste Intra dérmico. Também se faz uso de biopsia, em casos mais difíceis.
O Tratamento faz-se com anti-histamínicos e os casos mais severos com corticosteróides, que pode ter efeitos colaterais.

Alergias de contacto 
Se manifestam quando o gato tem contacto prolongado com alguma substância que não tolera. Como por exemplo: plantas, especialmente as de folhas oleosas, limpa-tapete, madeira, poeira doméstica, jornal, carpetes, comedouros de plástico (acne felina), lã, alguns tecidos sintéticos, entre outros. Sinais de alergia: Dermatite, mudanças de pigmentação ou erupções na pele. Ocorrência mais comum no queixo, orelhas, dobras de pele, abdómen, sob as unhas, axilas e ao redor do ânus.

Alergias a drogas e medicamentos 
Alguns gatos reagem mal a certas drogas como antibióticos e anestesia. Medicamentos que podem causar erupções de pele: penicilina, tetraciclina, neomicina, vacina para panleucopenia. Cada droga causa sintomas diferentes, e os sintomas diferem de gato para gato. Não há como predizer como um gato reagirá.
Anti-histamínicos ou corticosteróides são usados para eliminação dos sintomas de alergia, após a interrupção do uso da droga.

Alergia à comida 
Entre 5 e 10% das causas de alergias. Assim como as alergias por contacto, a alergia à comida se manifesta como dermatite e intensa comichão, mas em alguns casos pode ocorrer vomito e diarreia. Também pode apresentar oleosidade excessiva na pele, inflamação de ouvido ou queda de pêlo. Os gatos têm alergia alimentar, não tanto com relação as substâncias químicas preservativas, mas aos grãos, carne e lacticínios usados na sua fabricação. A alergia à comida não aparece do dia para a noite. Pode levar de 1 a 10 anos de exposição para ocorrer. Mais de 80% dos gatos com alergia alimentar ingeriu a substância por mais de 2 anos.
Teste para alergia alimentar deve ser feito em gatos com qualquer sinal crónico de alergia. O teste é feito, dando uma única fonte de proteína que o gato ainda não tenha comido antes. Já existem rações hipo alérgicas, a base de borrego, coelho e outras carnes que não são normalmente utilizadas na fabricação de ração para gatos, mas que têm menos iscos de alergia. Após 8 semanas já se pode dizer se o animal é ou não alérgico.